TRANSPARÊNCIA

Para mobilizar, sempre partimos da ideia de respeitamos e valorizarmos cada pessoa e seu conhecimento. Defendemos o diálogo e a democracia em todas as situações pois TODOS tem muito à ensinar, uns aos outros. Por isso, atuamos de forma não leviana ou abstrata: cada pessoa é ÚNICA e tem seu direito de se expressar. Por isso, convidamos à todos que desejarem ter seus textos ou ideias publicadas em nosso BLOG, participem!

 

É dessa união que construiremos, sem dúvida alguma, uma sociedade melhor e mais HUMANA.

2010 ~ 2018 © ClaudioDiMauro.com.br   TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 

desenvolvido por

FERNANDO HOLIDAY (DEM) FAZ CAIXA 2 EM CAMPANHA

Quinta-feira, 23 de Março de 2017

 Denunciado por caixa 2, Fernando Holiday, que afirma combater a corrupção e sempre acusou negros e homossexuais de "vitimismo", agora se diz perseguido 'por ser negro e gay'

perde o controle durante entrevista a rádio de São Paulo.

   O vereador de São Paulo e líder do MBL, Fernando Holiday (DEM), tem se mostrado irritado e caiu em contradição, após ter sido acusado de ter utilizado caixa 2 (dinheiro não contabilizado) para o pagamento de cabos eleitorais durante a sua campanha eleitoral,  no ano passado.

 

   A denúncia contra Holiday surgiu da reportagem publicada pelo Buzzfeed Brasil na segunda-feira (13).

   Em vídeo publicado no mesmo dia, o vereador não explica o pagamento dos cabos com dinheiro vivo, que receberam R$ 60 por dia para ações de panfletagem em São Paulo, e diz que o Buzzfeed Brasil ataca "tudo o que é de direita".

   Ele, que nega a existência do racismo e outros tipos de discriminação, que sempre combateu políticas afirmativas, como as cotas raciais e acusa o movimento negro e LGBT de vitimismo, alega agora estar sendo vítima de perseguição por ser negro e homossexual.

   "É uma completa mentira. Além de estarem incomodados com esse novo jeito de fazer campanha, não admitem que haja um negro dentro do parlamento, contrário às cotas raciais e que não se submete à sua militância negra. Eles não admitem que exista um gay no parlamento que não se submete à sua militância LGBT."

 

   Ele também se comparou ao prefeito João Doria (PSDB-SP) e ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) que, segundo ele, também são perseguidos.

   Na terça-feira (14), Holiday perdeu o controle durante entrevista à Rádio Bandeirantes que buscava ouvir esclarecimentos sobre a denúncia de Caixa 2. Irritado, o vereador começou a gritar, proferir palavrões, até a entrevista ser sumariamente interrompida.

da Redação

Fernando Holiday (DEM): Agora, Caixa 2 não é mais crime?

Leia também

Fernando Holiday se descontrola na Rede Bandeirantes

   Convido vocês a ouvirem os melhores momentos do discurso de mais baixo nível de Fernando Holiday tentando se defender do indefensável: uso de Caixa 2. Ele xinga, grita, dá barraco. No fim é ignorado e desligam na cara dele.

   Ê MBL - Movimento Brasil Livre, que fase hein?

Agora queremos saber de VOCÊ: Qual a SUA OPINIÃO sobre essa matéria? Escreva. Opine. PARTICIPE!
E com a SUA ajuda que podemos deixar esse nosso sitio cada vez mais agradável aos nossos leitores